11.10.11

O dízimo na Bíblia: devemos devolver ou não?

image18Muitos cristãos aproveitando-se de certo estudo bíblico, que se espalha como rastro de pólvora no meio evangélico, já não contribuem mais na igreja que dizem congregar. Eles utilizam este estudo que diz que o dízimo faz parte da lei, e se Jesus aboliu a lei cumprindo-a integralmente e substituindo-a pela graça, porque devemos nós dizimar?

Esses mesmos cristãos esquecem que antes da lei, a prática do dízimo já existia. A lei formalizou e sistematizou a prática, e os profetas pregaram a necessidade da sua observância. O Novo Testamento menciona o dizimo só de passagem, mas nessas instâncias não o condena ( Mt 23.23; Lc 18.12; Hb 1.5-9)

A contribuição deve ser uma extensão do compromisso que se tem com o louvor a Deus e com a propagação do Reino de Deus.

Imaginem se tivéssemos o mesmo entendimento sobre contribuições que tinham os primeiros cristãos:

Atos 4:32

E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns.
33 E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.
34 Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos.
35 E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.
36 Então José, cognominado pelos apóstolos, Barnabé (que, traduzido, é Filho da consolação), levita, natural de Chipre,
37 Possuindo uma herdade, vendeu-a, e trouxe o preço, e o depositou aos pés dos apóstolos.

Qual o cristão que hoje em dia faz isso? Não duvido que exista mas é raríssimo!!!
Então, porque criticar o dízimo se ele é infinitamente menor comparado ao sistema de contribuições dos primeiros cristãos?

Imagine se hoje em dia todos os pastores subissem no púlpito e pedissem biblicamente que retornássemos ao modelo cristão original?

8 comentários:

SalomãoCPR/UERJ disse...

Em NENHUM MOMENTO na bíblia o dízimo era dinheiro. COBRAR 10% do rendimento financeiro das pessoas baseando-se na bíblia é ROUBO e MENTIRA. Mostre-me onde na bíblia o dízimo era em dinheiro POR FAVOR...!

Sergio disse...

Conversa!
Nos tempos de Abraão não se tinha DINHEIRO como temos hoje.
A riqueza das pessoas era medida pelas propriedades ou mesmo pelo ouro que possuíam que transformavam em pulseiras que chamavam de CICLOS.
Jacó quando fez seu voto disse DE TUDO que o Senhor me der certamente te darei o dizimo, ou seja dos animais, do ouro e da prata, do que ele acumulasse.
Outra coisa errada é dizer que os dizimos podem ser usados para caridade.
Na Bíblia está escrito NO LUGAR QUE ESCOLHER O SENHOR TEU DEUS PARA HABITAR O SEU NOME.
Subentende-se facilmente que é a Igreja.
Os farizeus no tempo de Jesus era AVARENTOS hoje estamos vendo o nascimento de muitos farizeus avarentos!
Devolver o dizimo é uma forma também de nos desapegarmos dos bens materiais.
Alias os avarentos não herdam o Reino dos Céus.
Avareza é Idolatria!

SalomãoCPR/UERJ disse...

EM NENHUM MOMENTO NA BÍBLIA O DÍZIMO ERA EM DINHEIRO. Mesmo após a venda de José por seus irmãos, que foi em dinheiro, Deus ordenou que o dízimo fosse entregue na forma de produtos agropecuários produzidos na terra de Canaã e que deveria ser entregue SOMENTE no templo de Jerusalém.Isso foi no Velho Testamento. A ordenança para a igreja é somente OFERTA,OFERTA,OFERTA,OFERTA - a viúva pobre, Ananias e Safira,....COBRAR 10% do rendimento salarial das pessoas baseando-se na bíblia é ROUBO e MENTIRA VISTO QUE NÃO HÁ QUALQUER BASE BÍBLICA PARA ISSO!Não há qualquer ordenança apostólica para se dizimar em dinheiro.Cristo disse para os LADRÕES escribas e fariseus "hortelã, endro e cominho..." Estas eram a moeda daquela época ou gêneros agropecuários? O dízimo sustentava o templo da velha aliança. Você consegue imaginar Paulo fazendo isso, sustentando o edifício da lei? O templo dO Espírito somos nós, a igreja.
Solicite GRATUITAMENTE o livro "Dízimo, o engano cavalgando a verdade".

Sergio disse...

Falácia!

Como não diz que era dinheiro?

Acusar que é ROUBO é uma coisa extremamente grave!

Outra coisa que me parece é que o "Salomão" se é que é este o seu nome é mais um discipulo de RUBENS SODRÉ e sua "doutrina".

SalomãoCPR/UERJ disse...

EM NENHUM MOMENTO NA BÍBLIA O DÍZIMO ERA EM DINHEIRO.
NÃO MUDE O TEXTO DE CONTEXTO PARA CRIAR DINHEIRO

- "Como não diz que era dinheiro?"

- Leia a bíblia! Nela você verá.

Solicite GRATUITAMENTE o livro "Dízimo o engano cavalgando a verdade" pelo e-mail

SalomãoCPR/UERJ disse...

EM NENHUM MOMENTO NA BÍBLIA O DÍZIMO ERA EM DINHEIRO.

- Como não era em dinheiro...?

- Leia a bíblia !

SalomãoCPR/UERJ. disse...

EM NENHUM MOMENTO NA BÍBLIA O DÍZIMO ERA EM DINHEIRO.
EM NENHUM MOMENTO NA PASSAGEM DE ATOS 4.32-37 É CITADA A PALAVRA DÍZIMO.
Nela diz-se que os cristãos vendiam suas propriedades e depositavam TUDO (NÃO SÓ 10%)aos pés dos... APÓSTOLOS - temos apóstolos hoje?
NÃO HAVIA NECESSITADO ALGUM ENTRE ELES E O QUE POSSUÍAM COMPARTILHAVAM COM TODOS, MAS NÃO DIZ QUE ELES TINHAM UM ALTAR PRA DEPOSITAR OS DÍZIMOS DO GADO, DA COLHEITA E DO MOSTO !

Anônimo disse...

Inicialmente quero dizer que preso deveria ser todo aquele que usa o nome de Deus para "extorquir crentes-crédulos".
O texto de Malaquias 3, sobre os dízimos, é o favorito da “igreja” nas questões de contribuições financeiras.
O que não percebemos é que o N.T. não se utiliza dele como Lei da Graça quando se trata de dinheiro.
O texto de Malaquias fala do Templo-Estado. Tem seu próprio contexto histórico, do qual não se pode fugir a fim de entende-lo; além disso, não se pode ser ‘seletivo’ em relação a que parte de Malaquias gostamos mais... Os crentes parecem só gostar dos ‘dízimos’ em Malaquias.
A palavra de Malaquias se dirige a Israel em relação ao Templo-Estado, e sua necessidade de ser mantido após o cativeiro em Babilônia.
A Igreja, todavia, não é assim!
Ao escolhermos, seletivamente, Malaquias como o Santo das Contribuições, sem o sabermos, estamos dizendo quatro coisas:
Nosso desejo de que a Igreja esteja para a sociedade assim como o Templo-Estado estava para a população de Israel.
Nossa seletividade arbitrária quanto a determinar o que na Lei nos é conveniente.
Nossa incapacidade de ver que Malaquias 3 tem sua atualização na Graça em II Co 8 e 9.
Nossa ênfase na idéia de que aquele que não contribui é ladrão, põe aqueles que “cobram” no papel de sacerdotes-fiscais dos negócios de Deus na Terra.

Em Atos 5: 1-11, diz-se que dá quem deseja!
Dar sem desejar ou dar mentindo gera morte, não vida!
Ananias e Safira foram disciplinados pela Liberdade que nasce da verdade e não a fim de gerar medo legalista na Igreja. Eles morreram por terem traído a Graça de dar ou não dar, ser ou não!
Eram livres para não dar, não para mentir ao Espírito Santo!
Dar não os tornaria maiores!
Não dar não os tornaria menores!
Mentir a Deus os destruiria!
Deus ama a quem dá com alegria!
O que passar disso é "negócio" feito em nome de Deus e que se alimenta da culpa que se põe sobre os ombros ignorantes de quem não sabe que em Cristo tudo já está Consumado!
Portanto, não há barganhas a fazer!
Não creio que Deus deseje que ninguém contribua com qualquer que seja a causa sem amor. Por medo, nada adiantará.
Dez por cento é uma boa medida de contribuição quando de trata de dar para algo que promove o nome de Jesus e ajuda outros a encontra-Lo.
Mas tem que ser de coração conforme II Coríntios 8 e 9 (Leia).
Por outro lado, essa questão deveria suscitar no coração dos pastores a questão:
Por que eu vivo do Evangelho? Teria eu outra alternativa?
Muitos hoje em dia pregam o “evangelho” apenas por causa dos dízimos. A razão de ser do ministério de muitos é ver a igreja crescer para ver o dízimo aumentar... e o bolso ficar recheado.
Quem tem essa motivação é que faz o tipo de exortação que você ouviu acerca do dízimo!
O Evangelho de Jesus é minha alegria!

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Maxwell Palheta | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons