23.5.11

Livro do MEC incentiva a emburriquês

armado - Apocalipse Em Tempo RealUs mininu da escola sabe lê e escrivinhá. Tudo nóis sabemo. Eu, tu, ele, nóis. Não aprecisamo de ensiná de sabê.  A gente entende se comunicá.

Fais tempo inventaro de dizê língua bonita mas que serve dos doutô. Carecemo não. A gente toda é que tava certa esse tempão todo.

O MEC que diz. Os homi lá do governo pífel. Então tá.

Agora é escolar: lançaro um livro dizeno que falá de modo errado é coisa boa (leia aqui). Eu que num vô lê o troço. Nem sei. Dói as vista. Pra que então? Gradecido.

“Por uma vida melhor", da tia Heloísa Ramos, diz que falá estragado é certo. É oficiau. Ufa. As escola não pode mais reprová que eu sei. Depois dendiante, nem deve ensiná o que não sei. Assim que é.

Vai pras sala de aula o professoramento de que falá estragado é bão. Me aliviei. Assima de tudo, é com nossas percas e derrotas que nos levantamo. Demorô.

Tem até um troço aí de “preconceito linguístico”. Não tendi mas gostei. É tipo pédafolia, aquela falta de sacanagem. Sabe os cara que quer exculhachar com nóis só por que somo pequeno? Se ferraro, os entojado.

Ô. Isso pode nos alciliar a estudar em páis, no sussego. O diproma tá na mão. A língua brasilera é truta, mano. Agora vai. Crendeuspai.

Pudia fazê uns gésto ubiceno pros que a vida intêra me azucrinô. Mas sou sabido e propunho um eslogam pro governo: “Escola é tudo uma titica. Pior que tá não fica”. É nóis.

Por: O PROVOCADOR

Então já é… tá ligado? Tamo junto no bonde do MEC.

Amigos, sem demagogia ou ironia, amo o meu país, pois é um dos mais belos do mundo, e minha cidade adorável, um verdadeiro cartão postal, Rio de Janeiro. Mas com tantos problemas em nosso cotidiano, vivemos num verdadeiro matadouro, onde estamos cercados por boiadeiros de ternos e gravatas de grifes e em suas testas estampadas o cinismo, o canibalis$mo, onde fazem questão de provocar e cometer atrocidades com nossos irmãos, conduzindo-os para o matadouro.

Basta visitarmos as escolas e veremos a total falta de interesse dos estudantes. Há alguns dias fui até entrada de um colégio, aqui próximo de minha residência, e perguntei a um estudante sobre o que ele mais gostava na escola, ele simplesmente respondeu: “meus colegas, porque a aula é chata”. Não quero generalizar, por favor, mas a falta de incentivo é total, isso é um absurdo!

Sem mais comentários... Esse vídeo falará por si só.

A Professora Amanda Gurgel silencia Deputados em audiência pública. Ela dá seu depoimento resumindo o quadro da Educação no estado do Rio Grande do Norte, falando sobre condições precárias de trabalho no estado - BRASIL.

Artigo relacionado:

A educação no Brasil e o surgimento do anticristo

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Maxwell Palheta | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons